blog

Brasil realiza primeiro censo da web

Quem escreveu?
admin
Que dia?
20-08-2010
Que horas?
8:32 AM

brasil na internetAtravés do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), o Brasil vai apresentar o primeiro censo da web nacional, uma iniciativa inédita no mundo. O objetivo é aprofundar o conhecimento e o entendimento da Internet brasileira.

Chamado de Censo da Web .br, o projeto prevê a realização de estudos sobre a rede formada pelos sítios de acesso público identificados por um domínio “.br”, como “.com.br, “.org.br”, “.net.br”, “.gov.br”, além dos sites para os quais há redirecionamentos diretos, via servidor, a partir de uma página “.br”.

Entre outros pontos, o Projeto Censo da Web .br mostrará dados como o tipo de tecnologias utilizadas, local de hospedagem, adoção de padrões web (HTML e CSS), acessibilidade dos sites e suporte à nova versão do protocolo IP (IPv6).

Inicialmente, o projeto teve como foco a coleta e a análise dos dados da web brasileira governamental, ou seja, das páginas sob o domínio “gov.br”. Os outros domínios serão avaliados gradualmente com a mesma metodologia usada para analisar os dados governamentais. O CGI quer entregar o Censo completo de todos os domínios, no mais tardar, até o começo do próximo ano.

Primeiros resultados

Os dados da web governamental foram coletados em outubro de 2009 e em fevereiro de 2010. No total, foram identificados 18.796 sites sob o domínio “.gov.br”.

Um dos tópicos analisados foi a adequação aos padrões do W3C e de acessibilidade. Das 6,3 milhões de páginas HTML coletadas, cerca de 91% apresentaram mais de uma incorreção em relação aos padrões HTML do W3C. Apenas 5% estavam completamente de acordo com o padrão e 4% não puderam ser avaliadas.

Além disso, o relatório apontou que as tecnologias baseadas em software de código aberto foram encontradas em mais de 60% dos sites coletados. Plataformas proprietárias ocupam pouco mais de 30% da fatia de sistemas servidores de conteúdo na web brasileira de governo. As tecnologias mais usadas foram PHP e ASP.

Entre as páginas avaliadas, nenhuma está disponível via protocolo IPv6. O protocolo substituirá a versão predominante atualmente, o IPv4, que só conseguirá dar suporte ao atual ritmo de expansão da Internet por mais um ou dois anos.

O lançamento da publicação acontecerá no evento SECOP 2010, em Fortaleza, no dia 20 de agosto. O material estará disponível para download a partir da mesma data, nos sites do CGI.br e do NIC.br.

Via iMasters

Tags:
Comente